Desde 1995, o CEERT atua na área da educação, combinando ações de combate ao racismo com programas de pesquisa e de promoção da igualdade racial.

O Programa de Educação do CEERT tem como objetivo desenvolver propostas metodológicas para o tratamento das relações raciais e da pluralidade cultural na escolarização regular. Ele subsidia, especialmente, a rede pública de ensino, na perspectiva da adoção da promoção da igualdade como conteúdo permanente dos currículos e das atividades escolares.

Ao longo de seus 23 anos, o CEERT produziu artigos, materiais e textos pedagógicos, além de elaborar e desenvolver programas de formação sobre relações raciais/étnicas em diferentes instituições. Igualmente desenvolveu metodologia de processos de formação e de intervenção institucional que têm sido fundamentais nas áreas do trabalho, da saúde e da educação.

A partir de 2002, o CEERT vem desenvolvendo ações que visam subsidiar a implementação da Lei 10.639/2003, que versa sobre a obrigatoriedade do ensino da história da África e da cultura afro-brasileira. Nesse contexto incluem-se a realização do Prêmio Educar para a Igualdade Racial e a produções de diversos produtos voltados à Educação Infantil.

Linha do tempo

7º Prêmio Educar para a Igualdade Racial e de Gênero

Lançamento do Estudo “Análise e perspectivas das boas práticas do Prêmio Educar para a Igualdade Racial”
Ao longo de seis edições, o Prêmio Educar reuniu um acervo de 2.300 práticas escolares de todos os níveis, exceto o superior. Essas práticas foram profundamente analisadas e sistematizadas nesse estudo. Parceria/Apoio: SECADI – Secretaria de Educação continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão e UNESCO.

6º Prêmio Educar para a Igualdade Racial

Conteúdos, Materiais, Ensino à Distância e Formação de Rede em Prol da Diversidade na Educação Infantil
O objetivo do projeto foi formular e difundir conteúdos, materiais (vídeos, livros) e metodologias de formação relativos à educação infantil, visando o adequado tratamento da diversidade humana e da pluralidade cultural na prática docente cotidiana. Parceria/Apoio: UFSCAR e MEC. Seminários regionais “Educar Para a Igualdade Racial”
Os seminários foram realizados, em 2003, 2005, 2007, 2009, 2011 nas capitais: Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Campo Grande (MS); Porto Alegre (RS); Salvador (BA). O objetivo foi discutir políticas de promoção da igualdade racial na educação. Parceria/Apoio: Unicef; SDH – Programa Paz nas Escolas; SESC-SP.

5º Prêmio Educar para a Igualdade Racial

“Educar para a Igualdade Racial: Institucionalizando Práticas e Implementando Normas para uma Educação Livre do Racismo” Este projeto apresentou três objetivos centrais: a) Definir as balizas de boas práticas no tratamento do tema das relações étnico-raciais em sala de aula, a partir da análise e sistematização do acervo do Prêmio Educar para Igualdade Racial; b) Arrolar parâmetros para a implementação da lei 10.639/2003, no âmbito da gestão escolar a partir do acompanhamento de escolas selecionadas no 6ª edição do Prêmio Educar para a Igualdade Racial; c) Definir orientações de gestão e pedagógicas que subsidiem a identificação da discriminação racial e estimulem o desenvolvimento de políticas, programas e ações de promoção da igualdade racial e de combate ao racismo, voltados à educação infantil. Parceria/Apoio: UNICEF.
Seminários regionais “Educar Para a Igualdade Racial” Os seminários foram realizados, em 2003, 2005, 2007, 2009, 2011 nas capitais: Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Campo Grande (MS); Porto Alegre (RS); Salvador (BA). O objetivo foi discutir políticas de promoção da igualdade racial na educação. Parceria/Apoio: Unicef; SDH – Programa Paz nas Escolas; SESC-SP.

4º Prêmio Educar para a Igualdade Racial Criação da Rede Educar para a Igualdade Étnico-racial A criação de uma rede de educadores interessados nos temas diversidade e igualdade étnico-raciais, com ênfase nas práticas pedagógicas e de gestão escolar, ganhou força após quatro edições do Prêmio Educar para Igualdade Racial, a partir do interesse dos professores e demais envolvidos em manter-se em contato, compartilhar experiências e continuar seu processo de formação no tema da diversidade étnico-racial. Atualmente a rede conta com mais de mil membros.

Seminários regionais “Educar Para a Igualdade Racial” Os seminários foram realizados, em 2003, 2005, 2007, 2009, 2011 nas capitais: Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Campo Grande (MS); Porto Alegre (RS); Salvador (BA). O objetivo foi discutir políticas de promoção da igualdade racial na educação. Parceria/Apoio: Unicef; SDH – Programa Paz nas Escolas; SESC-SP.

3º Prêmio Educar para a Igualdade Racial Igualdade Étnico-racial nas Escolas: Limites e Possibilidades para a Implantação da Lei 10.639/2003 Realizado em parceria com a Ação Educativa, o Centro de Estudos Afro-Orientais da Universidade Federal da Bahia (CEAFRO-UFBA) e o Movimento Interfóruns de Educação Infantil no Brasil (MIEIB), este projeto configurou-se em uma consulta a quinze escolas públicas, de três capitais brasileiras (Belo Horizonte, Salvador e São Paulo) sobre igualdade racial na educação. Colaboração: Instituto Paulo Montenegro / Apoio: Save the Children UK e Instituto C&A.
Trilhas Negras e Indígenas O CEERT em parceria com a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, por meio do Grupo de Educação Étnico-cultural, realizou o projeto “Trilhas Negras e Indígenas”. Com o objetivo de recolher informações das escolas da rede (CEI, EMEI, EMEF, EJA e CECI) sobre os motivos que contribuem e/ou facilitam a implementação da LDB alterada pela 10639/03. Além disso, o material analisado subsidiou duas publicações. Parceria/Apoio: Secretaria Estadual de Educação de São Paulo / Grupo de Educação Étnico-cultural.

Relações raciais na educação infantil O CEERT em parceria com o Instituto Avisa-Lá buscou formular uma metodologia para educadores trabalharem a temática racial-étnica com crianças na faixa etária de 3 a 6 anos na comunidade de Heliópolis. Parceria/Apoio: Fundação Ashoka e Fundação Avina.
Seminários regionais “Educar Para a Igualdade Racial” Os seminários foram realizados, em 2003, 2005, 2007, 2009, 2011 nas capitais: Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Campo Grande (MS); Porto Alegre (RS); Salvador (BA). O objetivo foi discutir políticas de promoção da igualdade racial na educação. Parceria/Apoio: Unicef; SDH – Programa Paz nas Escolas; SESC-SP.

2º Prêmio Educar para a Igualdade Racial Construindo uma prática de promoção da igualdade racial, a partir da bibliografia afro-brasileira da SME-SP A partir da bibliografia afro-brasileira disponibilizada pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, o CEERT formou cerca de 1600 profissionais da educação (orientadores da sala de leitura, coordenadores pedagógicos, diretores escolares e auxiliares de desenvolvimento infantil) , de todas as regiões de São Paulo, para a inclusão da temática racial em suas práticas escolares. Parceria/Apoio: Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de São Paulo; Círculo de Leitura; Projeto Vida.
Educar Para a Igualdade Racial: formação de educadores da Rede Municipal de Campinas O Ceert realizou a “Formação de Educadores da Rede Municipal de Educação de Campinas sobre o Tratamento da Temática Racial/Étnica” com o objetivo de sensibilizar e capacitar os profissionais da educação para a importância de trabalhar as relações raciais em prol do pleno desenvolvimento escolar de todas as crianças (negras, brancas, indígenas e de outros grupos étnicos) e de garantir o direito de acesso e permanência nas escolas. Parceria/Apoio: Secretaria Municipal de Educação de Campinas, Escola Viva.

Ética, cidadania e relações raciais
Curso de formação nas escolas da rede municipal de Uberlândia (MG), em 2003. Atingiu 400 educadores. Foram desenvolvidas oficinas de formação, atividades extra-muros e produção de experiências de promoção da igualdade racial/étnica na escola. Parceria/Apoio: Prefeitura Municipal de Uberlândia - Minas Gerais
Seminários regionais “Educar Para a Igualdade Racial” Os seminários foram realizados, em 2003, 2005, 2007, 2009, 2011 nas capitais: Belém (PA); Belo Horizonte (MG); Campo Grande (MS); Porto Alegre (RS); Salvador (BA). O objetivo foi discutir políticas de promoção da igualdade racial na educação. Parceria/Apoio: Unicef; SDH – Programa Paz nas Escolas; SESC-SP.

Ano de realização do 1º Prêmio Educar para a Igualdade Racial. A partir desse ano, o Prêmio passa a ocorrer a cada dois anos.

Interação Racial no Meio Escolar
O projeto envolveu quatro delegacias de ensino, consideradas “porta de entrada” para as escolas. Posteriormente atingiu 80 coordenadores pedagógicos e supervisores ligados a estas delegacias. Nas escolas, as oficinas começavam com o corpo diretivo e técnico (diretor, vice-diretor, coordenadores pedagógicos) abrangendo posteriormente os professores e, por meio deles, os alunos. O tema abordado foi o Projeto Político Pedagógico e as relações raciais. Parceria/Apoio: Companhia Levi Strauss.