Peruche faz junção de sambas para homenagear Martinho da Vila

Autor: Redação SASP Data da postagem: 11:00 12/08/2017 Visualizacões: 121
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Divulgação

Quinta escola do Grupo Especial a fazer uma final de samba-enredo, a Unidos do Peruche optou por uma junção dos dois sambas finalistas para o carnaval 2018. A opção foi divulgada pela diretoria pouco depois das 23h e a apresentação de como irá ficar a obra será feita no próximo sábado, durante a feijoada da agremiação.

Uma reunião amanhã irá decidir como ficará o quesito para o desfile do próximo carnaval. O samba será o responsável por apresentar o enredo “Peruche celebra Martinho. 80 anos do Dikamba da Vila”, desenvolvido pelo carnavalesco Mauro Quintaes, e que irá prestar uma homenagem ao sambista carioca Martinho da Vila.

Com isso, a Unidos do Peruche terá 24 compositores assinando a obra de 2018. Pelo samba 8, Ronny Potolski, Jairo Roizen, Sukata, Morganti, Claudinho,Tavares, Valêncio, Butti, Evandro Malandro, Tubino, Alberjan, Jr Fragga, Leo Rodrigues, Rogério Acioli, Meiners e Victor Alves. Pelo samba 10, Toninho Penteado, Émerson Brasa, Nando do Cavaco, André Filosofia, Diley Machado, Alcides Júnior, Sérgio VJS, Marcelo Vila Isa e Leandro Bata´s.

Após uma eliminatória que contou com 15 sambas na disputa, duas obras chegaram à decisão da Filial do Samba – o samba de número 8 (Ronny Potolski) e o samba de número 10 (Toninho Penteado). Os sambas se apresentaram após o tradicional show da agremiação, com a participação de todos os segmentos da escola.

O primeiro samba a subir ao palco foi o da parceria de Toninho Penteado. A obra, que contava com o próprio intérprete oficial do Peruche como voz do samba finalista, contou com uma grande torcida e teve um bom desempenho. Alguns integrantes dos segmentos da agremiação se animaram e cantaram a obra.

Logo na sequência, o samba de número 8 subiu ao palco, contando com o intérprete Carlos Jr (da Império de Casa Verde) como voz principal. A obra teve um rendimento muito satisfatório e levantou o público presente, inclusive segmentos da agremiação. Cerca de vinte minutos após o fim da grande apresentação, veio o resultado.

– Foi muito difícil chegar a essa decisão, mas a gente fez isso pensando no melhor para a nossa escola. Na votação da nossa comissão deu empate e a versão final do nosso samba será anunciada na nossa feijoada, sábado que vem – sacramentou Ednaldo, diretor de carnaval da agremiação.

Com o enredo “Peruche celebra Martinho. 80 anos do Dikamba da Vila”, a Unidos do Peruche será a segunda escola a desfilar na sexta-feira de carnaval, no Sambódromo do Anhembi.

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: