600 homens foram a um evento escolar para apoiar crianças que não têm pai

Autor: Letícia Flores Data da postagem: 19:00 11/01/2018 Visualizacões: 890
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
600 homens foram a um evento escolar para apoiar crianças que não têm pai / Foto: Courtesy Stephanie Drenka - Awebic

Estudos têm mostrado que a presença de um adulto atencioso na vida dos jovens pode ajudar a superar os efeitos negativos das experiências adversas da infância.

Pensando nisso, a escola de Ensino Fundamental II Billy Earl Dade Middle School, localizada em Dallas, no Texas (EUA), criou um café da manhã para estreitar a relação dos alunos com seus pais.

Porém, sabendo que 90% dos estudantes provêm de famílias de baixa renda, a gerente de relações Kristina Dove resolveu entrar em ação, publicando um apelo no seu Facebook:

“Por favor, compartilhe! Precisamos de homens! Na próxima quinta-feira, 14 de dezembro (2017), às 8h30 da manhã, no Dr. Billy Earle Dade Middle School, iremos fazer o “Breakfast with Dads” (Café da manhã com Pais), mas muitos dos nossos filhos não terão um pai presente nesse dia”.

No dia do evento, a equipe ficou na torcida para que aparecessem pelo menos 50 voluntários.

Mas, para a surpresa de todos, mais de 600 homens participaram do café da manhã.

“Quando um jovem vê alguém além de seu professor se interessar por ele, ele se inspira. Isso é o que queremos ver acontecer", disse o Rev Donald Parish Jr., pastor da Igreja Batista Missionária True Lee e organizador desse evento.

Jason Rodriguez – chefe de polícia assistente do Departamento de Polícia do Distrito Escolar Independente de Dallas – tuitou o seguinte:

“As palavras não podem descrever o impacto que um mentor pode proporcionar a seu aprendiz. É poderoso ver uma comunidade de homens que se juntam para envolver esses jovens em seus braços. Obrigado pelo convite”, escreveu Rodriguez.

“Nunca vou esquecer de ter visto os jovens estudantes cercados por membros da comunidade de apoio. Havia tantos voluntários, que às vezes vi jovens sendo amassados ??por uns quatro ou cinco mentores”, escreveu a blogueira que cobriu o evento, Stephanie Drenka.

“O olhar de admiração – e até descrença – nos olhos dos alunos enquanto eles passavam pela multidão de “pais” era surpreendente”, acrescentou.

De acordo com Drenka, Jamil Tucker – conhecido como o “Homem da Gravata” – liderou o auditório em uma atividade prática para quebrar o gelo e aproximar os ‘pais’ de seus ‘filhos’.

“Esperamos que este evento seja apenas o início de um movimento em Dallas para garantir que cada aluno tenha acesso ao apoio de um mentor”, disse Drenka.

Confira outros cliques do evento:

“Nossos filhos importam”

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: