Giovanna Ewbank faz desabafo e repudia campanha racista de marca

Autor: Redação Catraca Livre Data da postagem: 18:30 11/01/2018 Visualizacões: 2087
Curta a nóticia:
Curta o CEERT:
Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso com a filha Titi / Foto: Reprodução - Instagram - Catraca Livre

Recentemente vítima de racismo por causa da cor da pele de sua filha Titi, a atriz e youtuber Giovanna Ewbank usou as redes sociais nesta quarta-feira, 10, para repudir uma campanha da marca "H&M", que causou polêmica após colocar uma criança negra vestindo um casaco com a estampa escrita "O macaco mais legal da selva".

"Em que século estamos vivendo mesmo?", questionou Giovanna na publicação. Em seguida, ela se pergunta como uma marca pode ser tão cruel e racista. "Como tantas pessoas que trabalham numa empresa gigantesca como essa deixaram passar um absurdo como esse???", se perguntou.

Giovanna Ewbank prossegue dizendo que a campanha é realmente lamentável e triste e destaca uma montagem em que o pai da criança que posou para a campanha modifica a imagem para chamar o filho de "O Rei do Mundo". "Não existe mais tolerância pra esse tipo de preconceito!", decretou ainda a atriz.

Confira o desabafo da atriz e youtuber:

 

Em que século estamos vivendo mesmo??? Arrasta a foto desse príncipe pro lado pra entender oq vou dizer agora...Não existe mais tolerância pra esse tipo de preconceito! Como uma mega marca como a @hm pode ser tão cruel, imbecíl e racista assim??? Como tantas pessoas que trabalham numa empresa gigantesca como essa deixaram passar um absurdo como esse??? A @hm vestiu uma criança negra com um moleton escrito “The coolest monkey in the jungle” oq significa “O macaco mais legal da selva”, enquanto o menino branco vestia um moleton dizendo “Mangrove jungle survivor expert” oq significa “Especialista em sobrevivencia na selva” realmente lamentável, triste! Peço que todos que puderem, postem essa foto do meu feed, onde o pai deste menino lindooooo fez uma montangem onde diz “King of the world” “Rei do mundo” pq eh isso q ele eh, um PRÍNCIPE e merece nosso RESPEITO! ???????????????????????? #antiracista #racismonao #hmfail #respeito #kingoftheworld #absurdo

Uma publicação compartilhada por Giovanna Ewbank (@gio_ewbank) em

Nos comentários, famosos como Padre Fábio de Melo e Daniela Mercury também aumentaram o coro de descontentamento com a marca. "É a publicidade refletindo o primitivismo que ainda está atuante na mentalidade de muitos. Lamentável", disse Padre Fábio de Melo.

"Ao ver essa propaganda, chorei de indignação. O comercial é um ato violento contra os direitos humanos e, portanto, contra a humanidade. Inacreditável que uma empresa demonstre tamanho racismo e desrespeito pelo ser humano e use crianças para demonstrar seu preconceito. Essas e muitas outras crianças ficarão marcadas por esse ato absurdo de ódio racial", criticou Daniela Mercury.

A marca se pronunciou em comunicado oficial assumindo o erro e lamentando que a campanha tenha sido veiculada. "Nós entendemos que muitas pessoas estão tristes sobre a imagem da criança com o moletom. Nós, que trabalhamos da H&M, só temos que concordar. Estamos profundamente arrependidos desta imagem ter sido feita e de ter isso estampado. Não só removemos as imagens dos nossos canais como também o produto. É óbvio que nossos deveres não foram seguidos devidamente. Disto não temos dúvida. Estamos investigando o motivo disto ter acontecido para evitar que esse tipo de erro aconteça novamente".

Curta a nóticia:
Curta o CEERT: